Deputados do Ceará aprovam título de cidadania para Alexandre de Moraes e Cristiano Zanin

Diminua até 40% nos Contratos de Financiamento. Aproveite e Baixe o Valor das Prestações do seu Automóvel Hoje!

Deputados do Ceará aprovam título de cidadania para Alexandre de Moraes e Cristiano Zanin

Sem tempo para ler? Ouça o Post aqui...
Getting your Trinity Audio player ready...
deputados ceara titulo cidadania alexandre moraes cristiano zanin

Via @diariodonordeste | A Assembleia Legislativa do Ceará (Alece) aprovou, nesta quarta-feira (6), a concessão do título de cidadão cearense aos ministros Alexandre de Moraes e Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF).  

O título a Alexandre de Moraes foi proposto pelo deputado estadual De Assis Diniz (PT), com apoio de outros parlamentares. Na justificativa do projeto, ele destacou o trabalho desenvolvido pelo ministro no STF e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde atua como presidente atualmente. 

Alexandre de Moraes tem 55 anos, é natural de São Paulo, professor de Direito e magistrado. No STF, já votou em processos da Lava Jato e é relator de processos que julgam os atos golpistas de 8 de janeiro de 2023. Ele está como membro efetivo do Supremo desde março de 2017. 

Já o título de Cristiano Zanin foi proposto pelos deputados Marcos Sobreira (PDT), Juliana Lucena (PT), com co-autoria de Fernando Santana (PT). Na justificativa do projeto, ressaltaram o trabalho de Zanin como jurista, quando atuou na defesa do presidente Lula (PT).

Cristiano Zanin Martins tem 48 anos, é natural de Piracicaba, em São Paulo, professor e magistrado. Na Corte Máxima do Judiciário, onde tomou posse há menos de um ano, já proferiu votos contrários à descriminalização do porte da maconha, por exemplo. 

Escrito por Alessandra Castro , alessandra.castro@svm.com.br
Fonte: diariodonordeste.verdesmares.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 5 =

Descubra mais sobre Programa Revisional 2.0

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading